GEMInIS

Chamada de Artigos – Revista GEMInIS v. 9 n. 1 (2018) – Distopia Algorítmica e o Ativismo de Dados nas Plataformas

A Revista GEMInIS está com chamada aberta até o dia 01 de abril para o tema de seu próximo número, Distopia Algorítmica e o Ativismo de Dados nas Plataformas.

A edição se dedica a discutir os impactos do uso de algoritmo nas plataformas, uma vez que há recursos cada vez mais sofisticados para a extração de dados – que serão convertidos em uma experiência personalizada para o usuário, e utilizados para a venda de conteúdo e alcance para as empresas. Para além de fomentar um modelo de negócio rentável, as práticas dos algoritmos nas plataformas contemporâneas são atravessadas por diversas questões de ordem política, cultural, econômica e midiática, que colocam em cheque as formas de recepção, criação, participação e compartilhamento dos usuários.

Nas plataformas, o filtro-bolha formado para cada usuário utiliza um algoritmo que organiza os conteúdos autoprogramados para que eles sejam entregues de acordo os seus hábitos. Se por um lado essa personalização das plataformas condiciona o usuário a uma parcialidade de opiniões, ou a formas de vidas e saberes que o doutrinam através das linguagens e disseminações políticas-ideológicas, o sujeito contemporâneo em rede se utiliza delas para poder existir e se sentir parte de uma rede discursiva, na qual a noção de pertencimento a um mundo possível permite o reconhecimento de si e dos outros. O sujeito anteriormente massificado pela mídia na sincretude de um passado com poucos conteúdos em algumas mídias, recebe agora uma personalização excessiva, espalhada por uma miríade de conteúdos em multiplataformas, se constituindo numa cadeia de partículas subjetivas que instauram modos de existência traduzidos nos mais diversos nichos de mercado.

Diante desse cenário, como romper essas bolhas e estimular a alteridade na recepção desses conteúdos e percepção de novas formas de existência? Como criar formas de participação diversas em plataformas que estão continuamente organizando e criando curadorias para os usuários? Por fim, em um mundo no qual a visibilidade nas mídias é impulsionado por dados, o que podemos tomar como a realidade dos usuários ou uma vontade de verdade algorítmica?

Normas:

A chamada de artigos para essa temática está aberta até o dia 01 de abril de 2018, e os trabalhos devem ser enviados pelo website da revista – https://goo.gl/MqUkmF. O texto tem que estar nos idiomas Português, Espanhol ou Inglês, em formato “DOC”, e conter, no mínimo, 07 páginas ou próximo de 2.500 palavras, e no máximo 25 páginas, aproximadamente 11.300 palavras. A estrutura do artigo, o resumo, as citações diretas e indiretas, as referências, imagens, quadros e tabelas devem obedecer às normas da ABNT em vigor.

Além de aceitar trabalhos relacionados à temática da chamada, o periódico também recebe artigos acadêmicos em fluxo contínuo, que abordem outros assuntos ligados a área da comunicação e do audiovisual, assim como ensaios, entrevista e resenhas de livros publicados recentemente no Brasil, e no exterior. É dada prioridade de publicação a trabalhos submetidos por autores doutores ou em coautoria com pesquisadores doutores.

 

fevereiro 6, 2018

0 responses on "Chamada de Artigos – Revista GEMInIS v. 9 n. 1 (2018) – Distopia Algorítmica e o Ativismo de Dados nas Plataformas"

Deixe sua mensagem