GEMInIS

O trailer, o filme e a serialidade no modelo dos blockbusters do cinema hollywoodiano contemporâneo | Carneiro dos Santos | Revista GEMInIS

Confira o artigo “O TRAILER, O FILME E A SERIALIDADE NO MODELO DOS BLOCKBUSTERS DO CINEMA HOLLYWOODIANO CONTEMPORÂNEO” publicado pela Revista Geminis e realizado por Márcio Carneiro dos Santos.

RESUMO: A relação entre trailer e filme, dentro do atual modelo de produção e comercialização da indústria do cinema americano, perpassa o simples binômio “peça de divulgação x produto divulgado”, para criar uma nova lógica de intertextualidades a partir da reconfiguração da narrativa original, em diversos paratextos fílmicos que se adéquam aos muitos canais de comunicação utilizados nas campanhas de lançamento dos grandes filmes hollywoodianos. Nesse cenário, que começa a se consolidar a partir das três últimas décadas do século XX, uma lógica de serialidade é estabelecida entre os diversos elementos produzidos com essa finalidade, que inclui as vezes também, nos casos de grande sucesso de bilheteria, as próprias sequencias dos filmes originais e que, no conjunto, se utilizam de vários recursos característicos das séries ficcionais, tais como a construção do suspense e o uso de ganchos, agora não apenas para garantir a manutenção do interesse do espectador a espera do próximo episódio, mas sim para fazê-lo acompanhar todo o desenvolvimento do produto filme, desde os seus primeiros momentos de produção até sua comercialização em mercados secundários, como o de games, licenciamento, parques temáticos e outros.

O trailer, o filme e a serialidade no modelo dos blockbusters do cinema hollywoodiano contemporâneo | Carneiro dos Santos | Revista GEMInIS

O trailer, o filme e a serialidade no modelo dos blockbusters do cinema hollywoodiano contemporâneo

Fonte

setembro 15, 2017