GEMInIS

ESTRANHAR OS ALGORITMOS: STRANGER THINGS E OS PÚBLICOS DE NETFLIX | Carvalho Alzamora | Revista GEMInIS

Confira o artigo “ESTRANHAR OS ALGORITMOS: STRANGER THINGS E OS PÚBLICOS DE NETFLIX” publicado na nova edição da Revista Geminis e realizado por Geane Carvalho Alzamora, Tiago Barcelos Pereira Salgado e Emmanuelle C. Dias Miranda.

RESUMO: Investigamos como se configura a recomendação algorítmica em Netflix a partir da série Stranger Things, destacada por publicações diversas por ter usado dados pessoais de usuários para sua criação e produção. Coletamos 131 comentários de usuários sobre a série em 08/01/2017, analisados à luz dos termos de uso e das políticas de privacidade de Netflix, de notícias e de entrevistas de produtores e diretores. A recomendação de conteúdos e a formação de públicos se baseia em rastros de ações de usuários, arquivados em bancos de dados e cruzados para recomendar títulos, e usados para a criação e a disponibilização de conteúdos originais.

ESTRANHAR OS ALGORITMOS: STRANGER THINGS E OS PÚBLICOS DE NETFLIX | Carvalho Alzamora | Revista GEMInIS

ESTRANHAR OS ALGORITMOS: STRANGER THINGS E OS PÚBLICOS DE NETFLIX

Fonte

julho 20, 2017