GEMInIS

CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA E APROPRIAÇÃO DAS NOVAS TECNOLOGIAS PELOS POVOS INDÍGENAS DE MATO GROSSO DO SUL: PERSPECTIVAS PARA O SURGIMENTO DE UM “CINEMA DE ÍNDIO”? | Angelo Corrêa | Revista GEMInIS

Confira o artigo “CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA E APROPRIAÇÃO DAS NOVAS TECNOLOGIAS PELOS POVOS INDÍGENAS DE MATO GROSSO DO SUL: PERSPECTIVAS PARA O SURGIMENTO DE UM “CINEMA DE ÍNDIO?” publicado na última Revista GEMInIS e realizado por Miguel Angelo Corrêa e Álvaro Banducci Júnior.

Resumo
Este artigo apresenta como os povos indígenas de MS têm se apropriado das TICs e como têm produzido filmes e cultura midiática, não obstante o histórico processo de espoliação de direitos ao qual estão submetidos há séculos. Relata também a forma tendenciosa como a mídia de massa costuma divulgar informações equivocadas sobre estes povos. Por meio da análise do filme “Jepea’yta – A lenha principal”, e de entrevistas com diversos realizadores obtidas em um trabalho de campo, aponta para a possibilidade do surgimento de uma nova abordagem do audiovisual que pode levar ao nascimento de um verdadeiro e inédito “cinema de índio”

CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA E APROPRIAÇÃO DAS NOVAS TECNOLOGIAS PELOS POVOS INDÍGENAS DE MATO GROSSO DO SUL: PERSPECTIVAS PARA O SURGIMENTO DE UM “CINEMA DE ÍNDIO”? | Angelo Corrêa | Revista GEMInIS

CONVERGÊNCIA MIDIÁTICA E APROPRIAÇÃO DAS NOVAS TECNOLOGIAS PELOS POVOS INDÍGENAS DE MATO GROSSO DO SUL: PERSPECTIVAS PARA O SURGIMENTO DE UM “CINEMA DE ÍNDIO”?

Fonte

maio 31, 2017