GEMInIS

Política Pública Cultural: embrafilme como desenvolvimento da cinematografia brasileira | Domingos De Almeida | Revista GEMInIS

Confira também o artigo publicado no segundo semestre de 2014 na Revista GEMInIS Abordagens Multiplataformas “Televisão e Convergências”, “Política Pública Cultural: embrafilme como desenvolvimento da cinematografia brasileira” escrito por Cristóvão Domingos De Almeida e Cleber Morelli-Mendes:

RESUMO
O artigo tem por objetivo compreender a EMBRAFILME como referência para o fortalecimento da indústria cinematográfica brasileira, através da política pública cultural aplicada no governo militar. Parte-se do pressuposto no qual o cinema brasileiro não existia enquanto indústria e que encontrou no Estado a força necessária para se estabelecer. O governo militar percebeu no cinema a possibilidade de estabelecer o diálogo com parte dos intelectuais e também canais para consolidar a identidade nacionalista. Fundamentamos a análise em estudos bibliográficos e em dados estatísticos gerados pela própria EMBRAFILME. Evidenciamos, que a atuação estatal no cinema brasileiro e sua participação no processo de industrialização, foi decisiva para a contínua manutenção de uma cinematografia mais brasileira e menos estrangeira.

Política Pública Cultural: embrafilme como desenvolvimento da cinematografia brasileira | Domingos De Almeida | Revista GEMInIS

Política Pública Cultural: embrafilme como desenvolvimento da cinematografia brasileira

Fonte

outubro 7, 2016