GEMInIS

A era da convergência

O jornalista Pedro Bial se mostra perplexo diante das câmeras ao anunciar o resultado da votação na qual foi eliminada a candidata Tessália, do programa Big Brother Brasil 10, da Rede Globo de Televisão. Na hora de fazer seu tradicional discurso para anunciar quem deixaria a competição, o jornalista disse que ‘o resultado da votação não condizia com sua percepção sobre os emparedados daquela noite’, passando a sensação para o público que assistia ao programa de que a personagem criada pela edição havia fugido de controle. O que aconteceu? Tessália era famosa no Twitter, mas parece que os twiteiros que a acompanhavam no micro blog rejeitaram a sua participação no programa, provocando a sua eliminação via internet.

Na era da convergência cultural em que vivemos, existe apenas uma tênue linha que separa a mídia produtora de conteúdos e o consumidor. Ou seja, a convergência cultural pode ser vista como um modo dos consumidores participarem ativamente dentro de um programa midiático mundano, como é o caso do BBB 10, tornando-se produtores, compartilhando e distribuindo informações por meio de suas redes de contato.

Esse processo cultural começou a tomar forma a partir do encontro de duas forças poderosas e aparentemente antagônicas. De um lado, o barateamento dos custos de produção e de distribuição, o que permitiu ao consumidor apropriar-se dos conteúdos produzidos, podendo arquivá-los ou remixá-los, para em seguida jogá-los de volta nas redes e de outro, os grandes conglomerados de mídia que dominam praticamente todos os setores do entretenimento audiovisual.

A convergência cultural nada mais é do que a interação entre o poder econômico dos grandes conglomerados de mídia (convergência econômica) e o poder participativo. Neste processo os consumidores interagem com os conteúdos das ‘velhas’ mídias nas plataformas de convergência tecnológica de modo imprevisível, reforçando ou contrariando os interesses dos produtores, como foi o caso citado no inicio do texto.

Prof. Dr. João Massarolo – Coordenador do GEMInIS

fevereiro 10, 2010